TJ-AM ganha prêmio de gestão de pessoas por teletrabalho

Tribunal identificou aumento de produtividade dos servidores em relação às metas

Por Franceslly Catozzo / Sollicita

O Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM) foi premiado pela aplicação de medidas de teletrabalho com foco na gestão de pessoal. O reconhecimento veio do “1º Prêmio de Práticas em Gestão de Pessoas do Poder Judiciário”, organizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na categoria “Planejamento em Gestão de Pessoas”.

De acordo com o CNJ, o projeto potencializa a “permanência e a atratividade de servidores para o atendimento às localidades remotas no interior do Estado”. Com início em agosto de 2017, o Judiciário amazonense habilitou servidores para a atuação remota (home office) em atividades tendo como compromisso, e sob pena de desligamento, a produtividade superior ao trabalho presencial, a apresentação de relatórios de atividades; a possibilidade de comunicação imediata com os chefes e a disposição das tecnologias necessárias para a execução das atividades.

Já sou assinante >

Para continuar lendofaça sua assinatura e tenha acesso completo ao conteúdo.

ASSINE AGORA Invista na sua capacitação a partir de R$ 47,90 mês.

Complementos

Teletrabalho ao servidor público: vantagens e desafios

> Visualizar

Controladoria-Geral do DF inicia piloto de teletrabalho

> Visualizar

Comentários

Nenhum comentário até o momento