STJ edita regra sobre proporcionalidade em cargos de chefia

Indicações para cargos devem respeitar proporcionalidade entre homens e mulheres

Resolução 6, de 1º de março de 2019. Artigo 2º, parágrafo 4º

Por Franceslly Catozzo / Sollicita

Em decorrência do Dia Internacional da Mulher, na última sexta-feira (8), o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) editou regras para "incentivar e garantir a igualdade de oportunidades".

Uma das alterações é a Resolução 6/2019. O texto prevê que, a partir de agora, as indicações para ocupar cargos em comissão e funções de confiança dos Grupos Direção e Assessoramento do STJ devem respeitar, na medida do possível, a proporcionalidade entre homens e mulheres.

Já sou assinante >

Para continuar lendofaça sua assinatura e tenha acesso completo ao conteúdo.

ASSINE AGORA Invista na sua capacitação a partir de R$ 47,90 mês.

Complementos

Resolução STJ 6/2019

> Visualizar

DIA DA MULHER: A escalada da mulher no serviço público

> Visualizar

Comentários

Nenhum comentário até o momento