Comissão para acompanhamento de licitação de objetos comuns?

Entenda o caso

Por Aline de Oliveira / Sollicita

A Fundação para Infância e Adolescência do Rio de Janeiro (RJ) criou uma comissão para acompanhamento e fiscalização da aquisição de papel higiênico. Isso mesmo. Apesar de não ser algo usual em licitações de bens comuns, elas podem ser necessárias.

Conforme Paulo Sérgio de Monteiro Reis, advogado, engenheiro civil e consultor em licitações e contratos, realmente não se trata de um procedimento usual, especialmente em processos que objetivam a aquisição de bens considerados absolutamente comuns.

Já sou assinante >

Para continuar lendofaça sua assinatura e tenha acesso completo ao conteúdo.

ASSINE AGORA Invista na sua capacitação a partir de R$ 47,90 mês.

Complementos

IN estabelece regras para utilização do TáxiGov

> Visualizar

Comentários

Nenhum comentário até o momento

Congresso Brasileiro de Pregoeiros
Faltam apenas
 
 
 
 
dias
horas
minutos
segundos