Decreto dispensa autenticação de livro contábil a empresas

Medida é válida a todas as companhias que utilizam o SPED - Sistema Público de Escrituração Digital

Decreto nº 9.555/2018

Por Franceslly Catozzo / Sollicita

O Diário Oficial da União de ontem (7) trouxe a publicação do Decreto nº 9.555, de 2018. A norma dispensa a autenticação de livros contábeis de pessoas jurídicas não sujeitas ao Registro do Comércio para todas as empresas que utilizam o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped).

O texto é uma complementação dos dispositivos introduzidos pelo Decreto nº 8.683/2016, que permitiu a dispensa de autenticação dos livros contábeis para as pessoas jurídicas com escrituração contábil digital. Agora, todas as pessoas jurídicas, incluindo associações, fundações e demais entidades, empresariais ou não, estão alcançadas pela norma. A comprovação da autenticação dos livros contábeis digitais se dá pelo recibo de entrega da escrituração contábil digital, emitido pelo Sped.

O objetivo é permitir maior simplificação das obrigações e maior economia de recursos. Vale lembrar que o novo Decreto também considera autenticados os livros transmitidos ao Sped até a sua data de publicação, ainda que não analisados pelo órgão de registro, desde que apresentada a escrituração contábil digital correspondente.

Confira o decreto:


DECRETO Nº 9.555, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2018

Dispõe sobre a autenticação de livros contábeis de pessoas jurídicas não sujeitas ao Registro do Comércio.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84,caput, inciso IV, da Constituição, e tendo em vista o disposto no art. 258, § 4º, do Decreto nº 3.000, de 26 de março de 1999,

D E C R E T A:

Art. 1º A autenticação de livros contábeis das pessoas jurídicas não sujeitas ao Registro do Comércio, exigível para fins tributários, de acordo com o disposto no § 4º do art. 258 do Decreto nº 3.000, de 26 de março de 1999, poderá ser feita pelo Sistema Público de Escrituração Digital - Sped, instituído pelo Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007, por meio da apresentação de escrituração contábil digital, na forma estabelecida pela Secretaria da Receita Federal do Brasil do Ministério da Fazenda.

Art. 2º A autenticação dos livros contábeis digitais de que trata o art. 1º será comprovada pelo recibo de entrega emitido pelo Sped, dispensada qualquer outra forma de autenticação.

Art. 3º Para fins do disposto nos art. 1º e art. 2º, serão considerados autenticados os livros contábeis transmitidos ao Sped até a data de publicação deste Decreto, ainda que não analisados pelo órgão de registro, desde que apresentada a escrituração contábil digital correspondente.

Art. 4º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 6 de novembro de 2018; 197º da Independência e 130º da República.

MICHEL TEMER

EDUARDO REFINETTI GUARDIA

Já sou assinante >

Para continuar lendofaça sua assinatura e tenha acesso completo ao conteúdo.

ASSINE AGORA Invista na sua capacitação a partir de R$ 47,90 mês.

Complementos

DECRETO Nº 9.555, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2018

> Visualizar

Consorciada responde solidariamente pela outra empresa

> Visualizar

TCU reajusta valor máximo para aplicação de multas

> Visualizar

Comentários

Nenhum comentário até o momento

15 dias com preços  e condições de 2018!
R$ 47,90/mês por R$23,99/mês

f

Promoção válida até 31/03/2019

EU QUERO!